Social com apoio do CRAS, Conselho Tutelar e Educação promovem palestra sobre o combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes em Icaraí de Minas.

0

Em alusão ao dia 18 de maio, dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, o Departamento da Assistência Social por meio do CRAS, Conselho Tutelar em parceria com a Educação iniciou hoje segunda-feira (27) palestras sobre a Prevenção do Abuso e Exploração Sexual das Crianças e Adolescentes. Hoje a palestra aconteceu na E. M. Odília oliveira de Almeida e participara Alunos, Professores, Funcionários. A Assistente Social, Sabrina Rodrigues Paraiso da Casa de Acolhimento de Crianças e Adolescentes de São Francisco foi quem ministrou o conteúdo e destacou que o tema perpassa a área da assistência social, pois também abrange as áreas da saúde e educação. As palestras continuarão durante toda semana nas escolas da rede municipal e estadual de ensino.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-Juvenil é celebrado no dia 18 de maio. “Essa data foi criada em virtude de um crime que aconteceu contra uma garota de 8 anos. Desta forma, foi criada a Lei federal nº 9.970 em 18/05/2000 com objetivo de mobilizar a sociedade brasileira a proteger nossas crianças e adolescentes. Essa sensibilização necessita de ações correspondentes de enfrentamento a deste fenômeno perverso que tantos prejuízos traz à nossa sociedade. Sobretudo é preciso unir as políticas públicas de saúde, educação, poderes executivo e legislativo a outras ações, porque de forma direta ou indireta, estamos relacionados com as ações de atendimento e enfrentamento do problema”, frisou Sabrina.

A violência sexual pode ocorrer de duas formas distintas. Abuso sexual é qualquer forma de contato e interação sexual entre um adulto e uma criança ou adolescente, em que o adulto, que possui uma posição de autoridade ou poder, utiliza-se dessa condição para sua própria estimulação sexual, da criança ou adolescente, ou ainda de terceiros, podendo ocorrer com ou sem contato físico.  Já a exploração se caracteriza pela utilização sexual de crianças e adolescentes com a intenção de lucro, seja financeiro ou de qualquer outra espécie. São quatro formas em que ocorre a exploração sexual: em redes de prostituição, pornografia, redes de tráfico e turismo sexual.

Além da prevenção, é importante destaca a importância da participação da população na denúncia de crimes de abuso e exploração de crianças e adolescentes, seja através do Conselho Tutelar ou anonimamente no Disk 100.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ICARAÍ DE MINAS

“Unidos Pelo Progresso”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here